Federação Interestadual dos Propagandistas
20/07/2015

Qualidades do profissional da propaganda médica

O mercado farmacêutico está caracterizado por ser altamente competitivo. Portanto, as empresas farmacêuticas querem ter uma boa equipe de propagandistas para lançar seus produtos com sucesso e fortalecer os existentes. Assim, podemos definir esses profissionais como atores decisivos no processo de vendas. Diante disso, afirmamos que as empresas farmacêuticas estão cada vez mais interessadas em treinamento e recrutamento de propagandistas comprometidos e competentes. Agora, quais são as características que definem um bom propagandista? Uma característica fundamental na pessoa desse profissional é adotar certas atitudes que o tornam diferentes dos seus competidores. Vamos ver abaixo o que você pode fazer para melhorar isso:

Atitude: é definida como o estado de espírito de alguma forma manifesta. O dicionário define da seguinte forma: iniciativa, ousadia, coragem, decisão, postura, propósito, disposição, maneira positiva de lidar com as situações. Para a profissão de propagandista destacamos as seguintes atitudes:

  • Educação: segundo o dicionário, ela é definida como “o princípio comunicativo, utilizado pelas sociedades, para desenvolver no indivíduo a consciência de suas potencialidades, a partir da interpretação dos sinais gráficos até a construção dos conhecimentos que favoreçam o desenvolvimento de um raciocínio comportamental e disciplinar, na sua individualidade, diante do grupo social e no meio ambiente em que vive”. É uma característica que o propagandista necessita ter com todas as pessoas com quem se relaciona pessoalmente. Por meio dela, muitas portas são abertas. A informação prestada ao médico pode ser muito interessante e valiosa, mas, se o tratamento não é educado, ele, certamente, não vai mostrar cuidado ou interesse na informação fornecida. Da mesma forma, tratar a secretária de forma antipática, vai trazer muitos problemas. As secretárias são as portas de boas-vindas para você visitar o médico.
  • Esforço: segundo o dicionário “é se esforçar para fazer algo, ou seja, é fazer mais do que é capaz, é vencer o seu objetivo”. Nessa profissão, a capacidade de influenciar, persuadir e convencer o médico de que seu produto é melhor do que o concorrente é fundamental. Para tanto, o esforço constante é importante para fazer a diferença.
  • Constância: é a força e perseverança nas resoluções dos problemas. Você necessita dialogar, saber os motivos pelos quais o médico prescreve ou não seu produto.
  • Paciência: a capacidade de sofrer ou suportar qualquer coisa em voz baixa. Um bom exemplo é o tempo de espera que as vezes é muito longo, para se encontrar com o médico.
  • Entusiasmo: é entendido como o estado de espírito de forma positiva. Empolgação, energia que contagia. O propagandista diariamente necessita disso para fazer a diferença. Você vende saúde, então, seja um entusiasta, entre no consultório médico de cabeça erguida, sorria, transmita energia.
  • Honestidade: ser honesto é ser uma pessoa de confiança. Ela é, sem dúvida, uma das qualidades mais valorizadas pelos chefes, colegas ou clientes.
  • Responsabilidade: a capacidade de reconhecer e aceitar as consequências de um ato feito livremente. Você passa a maior parte do tempo sozinho, sem seu gestor. Portanto, é fundamental caminhar de forma correta.
  • Disciplina: Você necessita seguir as regras e códigos de conduta da empresa na qual trabalha. Quando você tem princípios e valores muito fortes, você toma isso como algo muito simples e fácil de fazer, pois faz parte de você.

Gilberto Fonseca (Vice Presidente da FIP e Presidente do SINPROSOR)